Quais Alimentos Não Devem Ser Consumidos durante a Gravidez

Quais Alimentos Não Devem Ser Consumidos durante a Gravidez
Brius Admin
Brius Admin4, Fevereiro - 20215.5 minutos de leitura

Planejamento. Antes de engravidar ou mesmo no início da gravidez, durante o pré-natal, a mulher começa a se preocupar com o novo cardápio. Cuidar do corpo para abrigar um outro ser passa a ser uma das preocupações da futura mamãe.

Quais alimentos evitar? O que deve ser priorizado na dieta daqui para frente? Como se portar para proporcionar um desenvolvimento saudável do feto?

Abaixo, listamos uma série de alimentos e bebidas que não devem ser consumidos durante os nove meses da gravidez. Alguns deles não podem ser consumidos de forma nenhuma; outros podem ter a quantidade reduzida. Acompanhe:

Peixes crus

Os peixes crus – a exemplo do sushi – não são recomendados porque correm risco de estar contaminados com listeria, bactéria que pode causar aborto, parto prematuro ou ainda doenças como toxoplasmose e cisticercose, responsável por afetar o sistema nervoso e prejudicar o funcionamento do cérebro.

Embora sejam ricos em vitamina D e cálcio, além de ferro e vitamina B12, alguns peixes e frutos do mar devem ser banidos da dieta da gestante – como o atum, o bagre, pintado, cavala, peixe-espada, cação e garoupa. É que eles contêm risco de alta concentração de metais pesados, como mercúrio, que podem afetar o sistema nervoso do feto.

Carnes mal passadas

Carnes cruas, mal passadas ou defumadas (bacon, linguiça etc.) também têm risco de contaminação por toxoplasmose ou outras bactérias. A toxoplasmose, causada por protozoário, pode afetar os olhos do bebê e da mãe, causando, nos casos mais graves, cegueira, além de causar danos cerebrais graves, provocando prejuízos neuromotores ao bebê.

Queijos

Rico em cálcio e outros nutrientes, o queijo contribui para a saúde e o desenvolvimento do feto. No entanto, determinados queijos pastosos ou não pasteurizados, como o camembert, brie, danish blue e gorgonzola contêm muita água e podem ser contaminados com a bactéria listeria, que pode provocar dores de cabeça, tremores, convulsões e meningite, assim como afetar o sistema nervoso do bebê, e, nos casos mais graves, até levar à morte.

Ovos crus

Ovos são ricos em vitamina A, cálcio, vitamina B12, ferro e vitamina E. Aumentam a resistência contra infecções e fortalecem dentes, unhas e cabelos. Mas ovos crus ou com a gema mole podem conter salmonella, bactéria que provoca diarreias graves, febre, vômitos e até a morte. É importante também ter atenção a molhos, sobremesas e temperos que contenham ovos crus na receita, a exemplo de molho Ceasar e maionese.